Vaca roxa, cavalo azul, baleia amarela
01 | 09 | 2017
Seth Godin já diz: transforme o seu serviço ou produto em uma vaca roxa. Autor do livro “Purple Cow: Transform Your Business by Being Remarkable” (e de muitos outros), orador e empresário, parece que sua teoria de mais de 10 anos continua em alta. Afinal, quantas marcas você vê e convive diariamente? E quantas realmente ficaram na sua memória e fazem você dedicar seu precioso tempo a ela - assim como você faria com uma vaca roxa?

Sempre que um cliente nos procura para a realização de um projeto, independente do segmento ou perfil, a gente para e pensa: como ele pode se diferenciar dos demais? E, daí, uma pergunta se transforma em ideia, conceito, mensagem, história, imagem, embalagem… Tudo entra em pauta. E tudo possui o mesmo objetivo: impactar, marcar, emocionar. DESTACAR. 

Godin usa recorrentemente a palavra “remarkable”. Traduzindo-a ao pé da letra, “notável”. O dicionário do Google traz alguns significados. “Digno de nota, de atenção”; “que pode ser percebido; apreciável, sensível”; “que merece apreço”; “de grande vulto; considerável, extraordinário”; “ilustre, pela posição que ocupa na hierarquia social”. Fazendo uma autoanálise, o quão ilustre, apreciável, extraordinário é o seu produto ou serviço, hoje? Não, receber seu cliente com cordialidade e ter um produto de qualidade não dá à sua empresa o título de “ilustre”. Isso não é mais que sua obrigação.

Quando a Pardal Sorvetes levou ao mercado suas novas embalagens, víamos constantemente comentários nas redes sociais de clientes que passaram a colecionar os potes dos sorvetes ou que, por conta do visual, acharam, inclusive, que o sabor estava melhor. Outro projeto da Abracadabra, o Florestação, se destacou trazendo originalidade, simplicidade e identidade. Saíram da curva, marcaram, emocionaram, tornaram-se notáveis (e ambos ainda ganharam o mais importante prêmio de design, o iF).

Assim, #ficaadica de Godin - e da Abracadabra: seja a vaca roxa, o cavalo azul, a baleia amarela. Seja o bicho que quiser, com a cor que desejar. Mas seja o novo, o diferente, a pausa na correria do dia a dia. Seja notável.